sexta-feira, 7 de agosto de 2009

HOJE NA MÍDIA GOLPISTA 07/08/09

Bate-boca no Senado

Aliados de Sarney lançam novos ataques à oposição

Após a primeira vitória de José Sarney (PMDB-AP) no Conselho de Ética, a tropa de choque do PMDB partiu para o ataque contra a oposição, o que provocou um bate-boca entre vários senadores. A bancada do PMDB tentará arquivar hoje os sete processos que restam contra Sarney no conselho. Ao mesmo tempo, já encomendou parecer favorável à abertura de processo de quebra do decoro parlamentar. Leia +


Crise no senado

Renan ameaça oposição e Senado tem pior dia de sua crise sob Sarney

Renan ameaça oposição e Senado tem pior dia de sua crise sob Sarney
Renan usa leitura da representação contra Virgílio para provocações a tucanos e tem ríspido bate-boca com Tasso

Um movimento da oposição, que insistiu ontem no afastamento de José Sarney (PMDB-AP) da presidência do Senado, incendiou o plenário e transformou a quinta-feira no pior dia da crise política da Casa. O agravamento da crise aconteceu após um dia de negociação entre setores da oposição e do PT para tentar enterrar a denúncia do PMDB contra o líder tucano, Arthur Virgílio (AM) - em troca, a oposição garantiria a permanência de Sarney no posto
.


Veja também:

Ouça ao bate-boca no Território Eldorado

Em carta, oposição pede que senador se afaste

Sarney nega elo com nomeado e é desmentido

Senado valida 152 atos considerados secretos

Tropa de choque livra Sarney de CPI

Desvios na Câmara começam a ser apurados

'A questão da censura é a mesma da crise do Senado'
Leia +


INTERNACIONAL

Jornal americano diz que caso Sarney ameaça paralisar governo Lula

- Reportagem do jornal americano New York Times desta sexta-feira afirma que o escândalo provocado pelas denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney, ameaça paralisar o governo Lula. - O presidente do Senado do Brasil está sob forte pressão para renunciar em meio a um escândalo de nepotismo e corrupção que ameaça paralisar o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante o último ano do seu mandato - adiz a reportagem.

A matéria 'Escândalo pressiona um líder brasileiro a renunciar' é assinada pelo jornalista Alexei Barrionuevo. - As acusações contra Sarney envolveram o Senado em mais uma batalha intensa sobre o destino da sua liderança - lembrando as denúncias que levaram à renúncia de Renan Calheiros da presidência da Casa, há dois anos.

- O mais recente episódio vem em um momento difícil para Lula, que aguentou escândalos no seu próprio Partido dos Trabalhadores, que obrigaram grandes autoridades a renunciar - acrescenta o jornal.

O NYT diz ainda que, apesar de sua alta popularidade, Lula continua em sua aliança com o PMDB de Sarney para manter a "maioria magra" no Senado
.
Leia +


Violência

Polícia realiza megaoperação contra tráfico de drogas na Rocinha

Cerca de 250 policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) realizam, desde o início da manhã desta sexta-feira, uma megaoperação contra o tráfico de drogas na Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio. Um forte tiroteio provocou o fechamento de parte do comércio na Estrada da Gávea e Operários do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) interromperam as obras.

O objetivo da ação, de acordo com informações da TV Globo, é localizar um cemitério clandestino que fica no alto da favela. Dois helicópteros da PM, além de dois caveirões, dão apoio aos policiais do Bope, que estão numa área da mata, no alto da comunidade. Até o momento não há informações de presos ou feridos na ação.

Na quinta-feira, policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) encontraram na Favela Vila Vintém, em Senador Camará, um terreno vazio onde traficantes torturavam, cortavam e queimavam vivos seus desafetos . O delegado Marcus Vinícius Braga acredita que traficantes tenham sido queimados no local na semana passada durante uma guerra entre bandidos rivais. Além de um pedaço de fêmur queimado a polícia
Leia +


Palácio do Planalto tem 3.431.Servidores

Palácio do Planalto tem o dobro de servidores da Casa Branca, nos EUA

O presidente Lula tem à disposição, na Presidência da República, quase o dobro do número de servidores da presidência exercida por Barack Obama no Estados Unidos, a nação mais poderosa do planeta. O presidente americano emprega 1.800 "cumpanheiros", de acordo com informações oficiais do site da Casa Branca, enquanto o presidente brasileiro conta com 3.431. O número de servidores do Palácio do Planalto vem crescendo ano a ano. No fim do governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em dezembro de 2002, estavam lotados na Presidência 2.133 servidores. Ao se encerrar o primeiro mandato de Lula, já eram 3.346. Agora, são 57% a mais que no fim da gestão tucana. De longe, o órgão que mais inchou foi a Casa Civil, de Dilma Rousseff: quase triplicou o número de funcionários. No fim de 2002, eram 636, distribuídos entre 428 ocupantes de DAS e 208 GRs - as siglas referem-se aos servidores que recebem gratificação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Leia +


custo de vida

INFLAÇÃO CAI NO DF,MAS ALUGUEL DISPARA

Está complicada a vida de inquilino em Brasília. O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrou deflação nos últimos 12 meses — ficou negativo em 0,67% —, mas a renovação dos contratos de aluguel na capital federal teve reajustes médios entre 12% e 15%. Em acordos de 30 meses, o aumento pode chegar a 50%. As imobiliárias creditam essas variações muito acima da inflação a outros fatores, como a valorização do imóvel. Em um ano, o metro quadrado no Plano Piloto subiu 20% em média. Águas Claras e Taguatinga registraram valorização de 29% e 20%, respectivamente. E áreas residenciais em Samambaia, Ceilândia e Gama dispararam 47%. Nesse cenário, corretores buscam estabelecer uma relação satisfatória entre proprietários e inquilinos. “O objetivo é um ponto de equilíbrio nos contratos que fique bom para ambos”, afirma Ovídio Maia, diretor do Sindicato da Habitação do DF. Leia +

1 comentários:

Anônimo 9 de agosto de 2009 16:36  

Isso é cruel meus companheiros.

Três presidentes

"Gostaria de tratar o senhor José Sarney com elegância e respeito, mas não posso, porque estou falando com um irresponsável, um omisso, um desastrado, um fraco. (...) O senhor sempre foi um político de segunda classe, nunca teve uma atitude de coragem." - Collor, 1989.

"O Brasil é testemunha da brutalidade, da violência, do desatino com que fui agredido por um candidato profundamente transtornado" - Sarney, 1989.

"Nós sabemos que antigamente se dizia que o Ademar de Barros era ladrão, que o Maluf era ladrão. Pois bem: Ademar de Barros e Maluf poderiam ser ladrões , mas eles são trombadinhas perto do grande ladrão que é o governante da Nova República(Sarney)" - Lula, 1987.

Leia mais aqui.

Blog do Zé Dirceu

Blog os amigos de presidente Lula

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP