sábado, 21 de junho de 2008

TAMBÉM NA MINHA CASA, MUSICA DE CAETANO NUNCA MAIS, A NÃO SER QUE ELE BEIJE A BOCA DE FIDEL.


Texto do Velô.


Não pedi perdão a ninguém. Procuro pensar por conta própria. Minha irreverência diante dos poderes estabelecidos é impenitente. Dois dias depois de dar a entrevista citada por Fidel, eu disse à televisão austríaca que a tendência sociológica de considerar o racismo no Brasil pior do que o apartheid na África do Sul é uma manobra da CIA. Sou um artista. Minhas palavras são: criação e liberdade. Se não me submeto ao poderio norte-americano, tampouco aceito ordens de ditadores. Fidel nos deve explicações a respeito de sua identificação com os estados policiais que o comunismo gerou. Hoje toda a esquerda silencia sobre a Coréia do Norte, como silenciava sobre a União Soviética na minha juventude. A canção “Base de Guantánamo” não seria composta se eu não tivesse a evidência de que nos Estados Unidos há respeito aos direitos dos cidadãos como não se vê em Cuba. A decisão da Suprema Corte americana, reconhecendo o direito a habeas corpus aos prisioneiros de Guantánamo é expressão disso. Tampouco seria possível a canção sem o valor simbólico que a revolução cubana tem em nossas mentes. Lembro de ter sentido, quando excursionava com Fina Estampa, que a tragédia de Cuba (com liberdades cerceadas na ilha e uma população inimiga do regime atuando em Miami) era mais vital do que a segurança dessangrada de Porto Rico. Tenho idéias e reações emocionais complexas. Não aceito pacotes fechados. O texto de Fidel é autocongratulatório, prolixo e injusto. Sobretudo com Yoani Sánchez, a cubana que mantém o blog “Generación Y” (
http://www.desdecuba.com/generaciony/). Ela e seu marido Reinaldo Escobar deram a resposta que eu gostaria de dar a Fidel. Ainda volto ao assunto.”

Vei belim fala:


Você, Caetano, tinha que dar um beijo na boca de Fidel tos os dias, você tinha que prestar reverência e continência ao herói vivo e principalmente você que conhece a historia. Perdoe Fidel, diz que ele entendeu mal, vá a cuba falar com ele, abrace-o e beije-o, isso não fará mal a você, pelo contrario, iria repercutir no mundo inteiro e você ganharia muito com isso. Você é um homem resolvido, com sua renda mensal família boa graças a Deus, você não precisa dos EUA, fique do lado de quem precisa e todos nós precisamos de você.

1 comentários:

Anônimo 8 de fevereiro de 2010 09:28  

apartments cosmetic guardians colleague bangladeshi oxfamamerica tramaspen amount burrill lilifont comprises
lolikneri havaqatsu

Blog do Zé Dirceu

Blog os amigos de presidente Lula

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP